VW Karmann Ghia Brenden Mosher www.LittleGiantKiller.com

Brenden Mosher 1972 Karmann Ghia turbo Volkswagen First Road Test www.littlegiantkiller.com

More Videos...


Volkswagen Karmann Ghia Road Test & Review by Drivin' Ivan Katz
Drivin' Ivan Katz reviews the classic VW Karmann Ghia. This actual car is for sale! Contact Drivin' Ivan for more info. Check out all of his videos and reviews here: http://www.youtube.com/user/drivinivankatz?feature=watch Read all of his articles and reviews, plus see slideshows here: http://www.examiner.com/sports-car-in-national/ivan-katz





1'st TURBO Pass's www. LittleGiantKiller.com
Brenden Mosher 72 VW Karman Ghia - turbo Cal. speedway 1/4 mile drags





VW Drag Race Karmann Ghia www.LittleGiantKiller.com Brenden Mosher
Brenden Mosher 1972 VW Karmann Ghia - turbo 1/8 mile Draq Race Irwindale www.littlegiantkiller.com





Novo Volkswagen Karmann Ghia 2017
Já era lindo no passado, tive um amarelo e amava. Quero um do novo! www.eletrosbr.com.br Novo Volkswagen Karmann-Ghia 2017 possui linhas agressivas em relação ao original, mas é fiel ao estilo do clássico nacional. Tanto em versão cupê quanto na conversível, o projeto não foge do objetivo da Karmann-Ghia, que é recriar o antigo esportivo e colocá-lo no mercado nacional. A empresa pretende construir a versão de produção sobre uma plataforma já disponível no mercado brasileiro, mas aparentemente não fechou acordo com qualquer montadora. A Karmann-Ghia está investindo na modernização da fábrica da Anchieta, em São Bernardo do Campo/SP, a fim de retomar a produção de veículos, seja da própria marca ou de terceiros. Você gostou desse projeto? Será que sai do papel ? O Karmann-Ghia é um carro esportivo de dois lugares produzido pela Volkswagen, projetado pela empresa italiana Ghia, e construído pela empresa alemã Karmann. Cerca de 445 000 Karmann Ghias foram produzidos entre 1955 e 1975. No início dos anos 1950 a Volkswagen produzia apenas o Fusca e a Kombi, típicos carros pós guerra - resistentes, sóbrios e baratos. O mundo entretanto já se recuperava da Segunda Guerra Mundial, e a demanda por carros mais elegantes e luxuosos aumentava. A Volkswagen acabara de sair do controle britânico (1949), e de certa forma já se aventurara timidamente neste mercado, com a versão conversível do Fusca. Entretanto a gerência da Volkswagen ainda considerava a possibilidade de oferecer um carro que levantasse a imagem da firma, atendendo plenamente a esse mercado. O projeto inicial apresentado pela Karmann não agradou muito aos executivos da VW. Buscando satisfazer um cliente tão importante, a Karmann procurou ajuda no estúdio italiano de design Ghia. Segundo relatos não oficiais, Luigi Segre, responsável pelo renomado estúdio, teria apresentou a Wilhelm Karmann um desenho não utilizado pela Chrysler, o coupé Chrysler Guia Special.[1] Desenhado por Virgil Exner e Mario Boano, o protótipo figurou no salão de Paris de 1952, e teria inspirado o design do coupe VW. Tendo ou não adaptado um desenho anterior, a Ghia comprou um Fusca do importador francês Charles Laudoch, e sobre seu chassis terminou o protótipo em apenas cinco meses.[2] Daí o carro foi levado de Turim para Neuilly, França, para a garagem de Laudoch. Lá Wilhelm Karmann pode ver pela primeira vez o design, o que o deixou muito entusiasmado.. O carro foi levado para Osnabrück, onde foi apresentado em 16 de novembro a Heinrich Nordhoff, então presidente da Volks. Apesar de sua preocupação com o possível possível preço do carro,[2] a persuasão de Wilhelm Karmann e a necessidade de atender as demandas de mercado garantiram o sinal verde para o projeto. Segundo o acordo fechado entre as empresas, o carro seria vendido pela Volkswagen mas produzido pela Karmann sobre a plataforma do Fusca/Carocha (alargada em 30 cm, e no total o carro seria 12 cm mais longo). Após testes suplementares e refinamentos no projeto, o ferramental foi encomendado, e em julho de 1955 o coupe Volkswagen foi apresentado a imprensa. Entretanto o carro ainda não tinha nome, apenas o código "Typ 14". Após considerar alguns nomes italianos para o carro, o nome Karmann-Ghia foi escolhido, refletindo o exotismo do carro e a participação das várias empresas em seu projeto. Em agosto de 1955[4] o primeiro Karmann-Ghia saiu da linha de montagem de Osnabrück, Alemanha. A reação do público ao curvilíneo carro foi excelente, e mais de 10.000 carros foram vendidos só no primeiro ano, surpreendendo até a própria Volkswagen.




Follow