Drag Racing 1/4 Mile times 0-60 Dyno Fast Cars Muscle Cars

VW SP2 - Um Esportivo Nacional

Historia: A série SP foi uma série de carros esporte desenvolvidos pela Volkswagen do Brasil para o mercado interno, de 1972 a 1976; o nome supostamente é um acrônimo para São Paulo (outras fontes atribuem a sigla à Special Project ou Sport Prototype). Nos anos 70 o mercado brasileiro estava fechado a importações. Os únicos carros esporte oficialmente feitos aqui eram o Karmann Ghia e seu sucessor, Karmann Ghia TC. Apenas fabricantes independentes atingiram algum sucesso, notavelmente o Puma. Projeto X A subsidiária da Volkswagen no Brasil sempre gozou de uma certa independência da matriz alemã, graças entre outras coisas à presidência de Rudolf Leiding (que seria futuramente presidente da matriz). Em 1969 ele deu partida em um projeto independente, totalmente feito no país, para um carro esportivo de carroceria leve. Uma equipe liderada pelo engenheiro Senor Schiemann[1] iniciou o que chamaram de Projeto X, e apresentaram o protótipo (executado por José Vicente Novita Martins, Marcio Piancastelli e Jorge Yamashita Oba) na Feira da Indústria Alemã em março de 1971. Mas levaria ainda mais um ano até que o carro ganhasse as ruas. Os modelos de produção O SP, nome final do carro, foi construído na plataforma da Variant, oferecido com o mesmo motor boxer de 1600cc, versão chamada de SP1, ou com um motor 1700cc, chamado de SP2. Este último desenvolvia 75cv, 160Km/h e fazia 10 km com um litro, e foi a versão que prevaleceu no mercado. Quando o carro foi apresentado, rapidamente atraiu a atenção da mídia especializada. Possuía um interior requintado, um acabamento de alto nível e muitas outras melhorias em relação a linha VW a ar da época (superior inclusive ao outro "esportivo" da Volkswagen na época, o Karmann Ghia TC). SP1 logo saiu de linha, já na época do lançamento. Com sua baixa performance (apenas 65 cv em um motor 1600), ele não agradou. Esse problema viria assombrar o SP2 também. Na verdade, uma piada maldosa da época dizia que a sigla "SP" significava "Sem Potência".[1] Logo ficou claro que o carro, apesar de seu notável design, não conseguiria derrotar o Puma na performance. Embora eles usassem um motor similar, o Puma era feito em fibra de vidro, muito muito mais leve do que o aço empregado no SP2. Isso, evidentemente, refletiu-se nas vendas, assim como o próprio anacronismo do motor à ar na época. O preço do carro, empurrado para cima devido à produção em pequena escala, também não ajudava (pelo preço do carro se comprava dois Fuscas 1300 na época).[2] Assim, o carro saiu de linha em 1976. Com um total de 10.207 unidades fabricadas (670 deles exportados para a Europa), o carro agora é valorizado como um item de colecionador e os preços de um exemplar bem preservado podem ser bem altos. Fonte: Auto Mais TV e Wikipedia.Org


 


More Videos...


VW do Brasil (curiosidades)
Curiosidades na produção de veiculos VW





Auto Esporte - Volkswagen SP1.





Encontro Nacional de VW SP2 em Barra Bonita-SP 10/12/2011
Vídeo com cortesia do grande amigo Zanon de Fraiburgo (narrador e cinegrafista) e os amigos Amadeu(s). Apresentação dos carros que participaram do encontro nacional VW SP2 em Barra Bonita-SP dia 10 e11 de dezembro de 2011.. O encontro entrou para história pois foi uma comemoração a criatividade e engenhosidade 100% brasileira, e, a organização do evento, em especial Tiago Songa, que superou as espectativas de todos e superou a própria volks que em 1972 fotografou alguns SP2 lado a lado... FOI UM PRAZER FAZER PARTE DISTO E TAMBÉM ENTRAR PARA A HISTÓRIA DO AUTOMOBILISMO PURAMENTE BRASILEIRO!!!





Auto Esporte - Modelos Nacionais do Mercado dos 4x4 ou Fora de Estrada
Tac Stark: O jipe tem motor Fiat, 2.3 turbo Diesel com Intercooler Eletrônico, entregando 127 cavalos de potência. Desenvolvido e fabricado na Itália, o motor também será produzido na planta brasileira de Sete Lagoas (MG). O câmbio Eaton de 5 marchas sincronizadas em conjunto com a tração nas quatro rodas com reduzida BorgWagner e diferenciais Dana 44.3 com bloqueio na traseira. A suspensão dianteira e traseira são independentes com braços duplos, as molas helicoidais também possuem duplo amortecedor. O jipe vem de série com pneus ATR 255/70 e rodas de liga leve de aro 16″. Cerca de 90% das peças que o Stack utiliza são da Fiat, o que facilita tanto no reparo quanto na recomposição das próprias peças. A parte interna do jipe é simples, porém convencional, os instrumentos bem apostos no painel, porta objetivos bem amplos, a posição do motorista e o conforto que o jipe oferece são ótimos. O jipe se destaca pelo seu design inovador e a tecnologia investida no projeto, trunfos que podem fazer do Stark um sucesso de vendas. Ao todo foram investidas mais de 28.000 horas de pesquisa e desenvolvimento do produto, envolvendo aproximadamente 20 profissionais capacitados. Troller T4: O modelo T4 é vendido desde 1997, mas depois que a marca Troller passou a ser da Ford, em 2007, 40% dessa quantia foi vendida, mostrando um aumento considerável. O Troller T4 é um modelo off-road com motor 3.0 turbodiesel. Ele conta com 163 cavalos de potência e 38,8 kgfm de torque, tração 4×4 reduzida, diferencial traseiro com Trac-Loc, freio a disco nas quatro rodas e carroceria em composto imune à corrosão. Vem equipado com ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, farol de neblina, rodas de liga leve, bagageiro, relógio digital, conta-giros e capota removível. Agrale Marrua: O câmbio utilizado no jipe é da marca Eaton de 5 marchas, caixa de transferência Agrale, as suspensões dianteira e traseira têm barras longitudinais oscilantes e barra transversal, molas helicoidais e amortecedores de dupla ação. Os eixos traseiro e dianteiro são fabricados pela Dana e o jipe conta com freio a disco na dianteira e a tambor na traseira. Sua direção é hidráulica Marruá foi desenvolvido para enfrentar "trilhas pesadas" e promete impressionar com seu motor diesel MWM 2,8 litros, turbodiesel Intercooler, com 132 cavalos de potência e 34 kgfm de torque máximo (esse motor também equipa as picapes Chevrolet S10 e Nissan Frontier). De acordo com a fábrica, o Marruá atinge a velocidade máxima de 120 km/h e faz de 0 a 100 km/h em pouco mais de 14 seg.





Garagem do Bellote TV: Volkswagen SP2
Um ícone esportivo totalmente desenvolvido no Brasil: VW SP2. #garagemdobellote Blog - http://www.garagemdobellote.com.br. Facebook -: http://www.facebook.com/GaragemdoBelloteTV.





vw sp2
Historia do Vw Sp2. Confira.





EXPOSIÇÃO EXCLUSIVA DE VW SP2 B. BONITA - SP 28 A 31 MARÇO 2013
Uma maravilha de exposição.Parabéns aos organizadores e a todos os participantes. Vamos melhorar mais ainda para o terceiro encontro em 2015.





VOLKSWAGEM SP2 SP1 NO AUTO ESPORTE VW
REPORTAGEM DO SP2 QUE PASSOU NO AUTOESPORTE - REPRISE ? - DIA 04/02/07 hot rod hotrod for curitiba brazil brasil sao paulo muscle v8 maverick johan kit pelada





Achados arqueológicos modernos - SP2 VW
SP2 74 VW carro antigo clássico





Volkswagen: carros que fizeram história e conquistaram o Brasil
A Editora Na Boléia traz com exclusividade uma série de comerciais com os carros mais famosos da Volkswagen, que marcaram época e o coração dos brasileiros, como o Fusca, a Variant, a Brasília, o Passat, a Parati e o conceituado Gol. Com tantos anos no mercado, a marca mostra seu pioneirismo e a confiança conquistada desde o início no mercado e no coração dos brasileiros.





Gurgel - Auto Esporte
Trecho programa Auto Esporte exibido em 20 de dezembro de 2005 sobre a Gurgel Motores.





VW Brasilia com silencioso de Kombi moderna
Meu VW 1600 Brasilia ano 1981 - dulpa carburação, totalmente original, com o silencioso de Kombi 1992 a 1996. Mais informações e detalhes no próprio vídeo. Esta adaptação é excelente pra quem busca o silêncio de um escapamento original (já que é praticamente impossível e caríssimo se conseguir o próprio do VW Brasilia hoje em dia). Proporciona um som mais refinado, sem o 'barulho de lata' produzido pelos escapamentos de reposição paralelos disponíves no mercado. Até mesmo serve pra quem deseja dar um visual mais "atual" para o seu Brasilia.





Puma marcou história nos carros esportivos no Brasil
Os modelos esportivos ficaram bastante famosos pelo Brasil. E quem disse que os mitos morrem? Puma marcou história nos carros esportivos no Brasil. Vamos embarcar para uma viagem e conhecer essa grande marca brasileira. Não é difícil encontrar Pumas usados por todo o país. Estefânia Farias - SBT/TV Alterosa Boris Feldman - Estado de Minas http://estadodeminas.vrum.com.br/app/noticia/vrum-na-tv/2012/03/02/interna_ vrumtv,45415/puma-marcou-historia-nos-carros-esportivos-no-brasil.shtml Veja um Puma GTS 1975 de exportação: http://www.youtube.com/watch?v=ekpAluSQRcc





Comercial - VW SP-1 e SP-2
Comercial antigo - Volkswagen SP-1 e SP-2





PUMA GTB Reportagem Auto Esporte TV Globo
Reportagem exibida pelo programa Auto Esporte, mostrando as 3 gerações do PUMA GTB. PUMA GTB, PUMA GTB/S2 e PUMA AMV 4.1.





Which car is faster? Which Car is Faster?




Similar 1/4 mile timeslips to browse:

1982 Dodge Rampage pickup fwd: 10.140 @ 138.020
Dean Stillie, Engine: 2005 2.4, Turbos: Holset HX35 Tires: 24.5X8X13 M/T drags


1982 Dodge Rampage : 10.310 @ 135.050
Dean Stillie, Engine: 2005 2.4, Turbos: Holset HX35G Tires: M/T ET DRAG


1982 Dodge Rampage : 10.840 @ 127.050
Dean Stillie, Engine: 2.5litre 8v, Turbos: T3/T4 57 trim stage 3 Tires: 22X8X13 Mickey Thomson


1982 Dodge Rampage : 13.183 @ 107.810
Earle Henderson, Engine: 2.2 Intercooled Turbo,


2003 Lincoln Navigator kenne bell supercharger: 14.434 @ 93.700
shawn wales, Engine: 5.4 dohc, Supercharger: kenne bell 2.2 Tires: 305-35-22


1984 Dodge Rampage : 15.382 @ 88.500
Jason Thorne, Engine: 1986 2.2 liter turbo, Turbos: Mitsubishi TD-04h Tires: 195/60-15 H-rated


2007 Lincoln Navigator : 16.210 @ 84.910
NA,


1984 Dodge Rampage : 16.999 @ 81.000
Chris Pauluk, Engine: stock 2.2 2bbl carb, Supercharger: n/a Turbos: www.turbosunleashed.com Tires: Kumho cheapo's


 


©2014 DragTimes - Disclaimer